Viagem ao Coração da Amazônia

7 dias de expedição passando pelo Rio Amazonas, Rio Negro, Parque Nacional Anavilhanas e Parque Nacional Jaú

A partir de 1465 EUR por pessoa

Além dos tradicionais cruzeiros amazônicos, oferecemos agora novos roteiros em formato de expedição, para uma vivência mais profunda da Amazônia. Grupos reduzidos de no máximo 16 pessoas, afim de proporcionar uma viagem mais personalizada. Para conhecer a Amazônia é preciso navegar, e um barco regional é a melhor maneira de conhecer este paraíso fluvial, onde as estrada são os rios.
Encontro das Águas

Dia 1: Manaus - Lago Janauari - Encontro das Águas

Segunda-feira, embarque às 10h na Marina do David (próximo ao Tropical Hotel). Todos à bordo, faremos uma breve reunião para explicar os procedimentos de navegação, bem como o itinerário que vem pela frente.

Começamos a navegar para o Leste, onde se vê a área costeira de Manaus, a praia de Ponta Negra, a cúpula do Teatro Amazonas, as favelas, o Mercado Municipal Adolpho Lisboa, o trabalho colossal de engenharia do Porto Flutuante, e mais. Continuamos navegando pelo Rio Negro e seguimos para a reserva ecológica do Lago Janauari, onde há casas flutuantes. O almoço é em um restaurante flutuante, onde você pode apreciar a culinária amazônica (almoço incluso) e o artesanato local. Após o almoço, caminharemos por uma passarela suspensa, de onde é possível brincar com os macacos silvestres e observar outras várias espécies de animais e plantas, inclusive a Victoria amazonica, a famosa Vitória Régia.

O clímax do dia ainda estar por vir. É quando seguimos para o espetacular fenômeno natural, único no planeta, o Encontro das Águas. Quilômetros de águas de dois rios, Negro e Solimões, correndo lado a lado sem se misturarem. Um verdadeiro espetáculo natural! Mas o dia ainda não terminou, e ainda visitaremos uma casa flutuante onde há a exibição de uma criação do gigante pirarucu (Arapaima gigas), um peixe ícone da Amazônia. De volta à bordo, vamos subir o Rio Negro em direção ao Oeste, observando o pôr-do-sol. Ao entardecer chegaremos na Reserva Palmeiral, porta de entrada para o Parque Nacional do Arquipélago de Anavilhanas. Ali, vamos aportar para passar a noite.

Caminhada na floresta

Dia 2: Reserva Palmeiral - Parque Nacional Anavilhanas

A primeira atividade do segundo dia é uma aventura em terra firme. A caminhada na floresta no sítio Palmeiral é uma excelente oportunidade para conhecer de perto a vida que existe dentro da floresta amazônica. Entraremos na mata, aprenderemos a respeito das espécies de plantas e grandes árvores que vivem ali, e também insetos e animais especiais daquela floresta. Conheceremos a Seringueira, árvore de onde é extraído o látex, a borracha; produto responsável por grande parte do desenvolvimento econômico e social do Brasil durante o Ciclo da borracha. Durante a caminhada pela floresta, acompanhados por um mateiro experiente, também serão apresentadas algumas técnicas de sobrevivência na selva.

Em seguida vamos partir em direção ao Parque Nacional do Arquipélago de Anavilhanas, uma área de 350.000 hectares com mais de 650 grupos de ilhas formando um ecossistema único no mundo.

Navegaremos através do labirinto de ilhas até um local conhecido como Três Bocas, na região da Praia do Camaleão. Ao entardecer, um passeio em bote motorizado para observação da vida selvagem desse especial ecossistema.

Cavernas de Madadá

Dia 3: Cavernas de Madadá

Continuamos navegando o barco através do labirinto de ilhas de Anavilhanas. Ao chegarmos em nossa destinação, entraremos na mata para uma caminhada que dura cerca de duas horas. Visitaremos as Cavernas de Madadá.

Um local pouco conhecido, no meio da selva, que só pode ser alcançado de barco, canoa e depois caminhando. As cavernas são um lugar mágico e único, e a floresta ao redor tem um ar de mistério. Ali, chefes tribais dos índios se esconderam durante a ocupação portuguesa. Vamos apreciar esse lugar encantado apreciando a sua peculiar e misteriosa fauna e flora. As cavernas servem de abrigo para animais da floresta, morcegos, aranhas, entre outros. Devemos ter cuidado e atenção durante toda a caminhada, pois às vezes observa-se rastros do exímio predador, a onça.

Ao retornarmos, continuamos a navegação pelo arquipélago rumo ao Parque Nacional do Jaú, o maior parque nacional do Brasil. Um floresta tropical contínua, localizada entre os municípios de Novo Airão e Barcelos.

Navegando em lancha

Dia 4: Rio Jaú - Rio Carabinani

Parque Nacional do Jaú é o maior parque nacional do Brasil. Atualmente, este paraíso ecológico é conhecido como um modelo de Unidade de Conservação no Amazonas. Aqui, a presença humana é mínima. Vamos explorar os afluentes e lagos dentro desta que é uma das maiores áreas de preservação biológica do mundo.

Entraremos pelo Rio Jaú, observando os animais da região. É comum encontrar lontras, anteas, pacas, jacarés, cobras, aves pescadoras, gaivotas, entre outros. Passando pelo igarapé Pretinho, um estreio afluente de águas escuras, é possível chegar a uma pequena cachoeira de água preta (dependendo do nível das águas).

Ao chegarmos nas corredeiras do Rio Carabinani, de acordo com o nível das águas, é possível ver as formações peculiares de um ambiente que resiste a períodos de inundação, sendo conhecido pelas pessoas locais como floresta encantada. Ainda podemos fazer uma caminhada na floresta e à noite, um passeio de canoa para observar os animais.

Ruínas de Velho Airão

Dia 5: Jaú - Velho Airão

Começamos o dia navegando e observando a vida selvagem própria do Parque Jaú. Com sorte é possível sermos surpreendidos por lontras, macacos e araras.

Neste dia vamos visitar a cidade abandonada de Velho Airão. Uma antiga cidade, construída na época do boom da borracha e que hoje abriga somente as ruínas daquela época. Aqui podemos aprofundar nossa compreensão da era da borracha, uma vez que o vilarejo é um dos últimos resquícios da época. Seu único habitante nos conta a história daquele local, das famílias ricas que controlavam o comércio da borracha, a exploração, o trabalho escravo, a busca de riqueza proporcionada pelo leita da seringueira, na época chamado de ouro branco.    

Na sequência, continuamos a navegação pelo arquipélago até as Três Bocas.


Visitando Aldeia Indígena

Dia 6: Três Bocas - Rio Ariaú

Ao chegarmos na comunidade Terra Preta, visitaremos uma aldeia dos índios Barés. Ali, vamos conhecer como é cultivada a mandioca, como ela é processada para se obter farinha, goma, tapioca e outros alimentos. Também conheceremos inúmeras espécies de árvores frutíferas que eles cultivam, como Açaí, Buriti, Tucumã, Pupunha, Banana, etc. Se quiser, você pode comprar artesanatos produzidos pelas índias da tribo, e assim, contribuir a renda familiar.

Vamos navegar pela grande baía até chegarmos ao Rio Ariaú. No caminho, dependendo do nível das águas, é possível fazer parada em uma das praias de areia branca para se refrescar com um delicioso banho. 

Ao entardecer, devemos estar chegando no Rio Ariaú. Famoso por ter sido cenário na gravação do filme Anaconda, é um rio formado pela união de águas do Rio Solimões (Amazonas) e Rio Negro, apresentando características de ambos ecossistemas. À noite, um passeio em canoa para observar a fauna noturna.

Passeio de Canoa Motorizada

Dia 7: Rio Ariaú - Manaus

Se você quiser, poderá tomar banho com o boto-cor-de-rosa (atividade opcional). Estes adoráveis e amistosos golfinhos de água doce adoram intergir com as pessoas. Eles vivem livremente na natureza e se aproximam quando lhes oferem peixes para comer. Existe uma casa flutuante que recebe os turistas que desejam conhecer os botos. Tudo regulamentado por lei e fiscalizado por órgãos responsáveis como  o IPAAM e o IBAMA.

Na área do Rio Ariaú ainda é possível fazer uma passeio em canoa ao início do dia para conhecer a fauna e flora daquela região à luz do dia. É comum observar animais com o macaco guariba, macaco-de-cheiro, pássaros como papagaios, ciganas, garças e águias pescadoras, entre outros.

Navegaremos de volta à Manaus enquanto almoçamos à bordo do barco, apreciando a deliciosa culinária amazonense. 


Retorno / chegada em Manaus: 13hs aprox.

Nota: trata-se de uma viagem em formato de expedição. Todos os itinerários estão sujeitos à mudanças, dependendo de como está a manifestação da Natureza no momento. Os animais são selvagens e muitos lugares visitados nas nossas expedições não são frequentados por turistas, assim, não garantimos que todas as viagens serão iguais. Durante a expedição não há sinal de celular, nem Internet, o que nos livra de distrações e nos permite viver mais o momento presente, em uma experiência real com a Mãe Natureza.

Informação Adicional

Além de roupas, equipamentos, medicamentos e produtos de higiene pessoal que todos precisam em uma viagem, é bom também trazer os seguintes itens:

*Calças compridas
*Camisa manga longa
*Camisa de lã ou jaqueta
*Botas ou tênis
*Sandálias à prova d'água, para uso no barco
*Lanternas e baterias ou pilhas
*Binóculos
*Repelente
*Chapéu
*Protetor solar fator 30/60
*Lenços umedecidos
*Cantil ou garrafa d'água
*Biscoitos ou barras de cereais
*Capa de chuva / impermeável
*Carregadores (celular, câmera, ...)
*Bolsa à prova d'água para câmera, celular e outros objetos

Vacinas

Febre amarela (consulte o centro de vacinação mais próximo);

Preventivo contra malária (embora no Rio Negro a presença do mosquito e dessa doença seja muito rara);

Nós recomendamos a visita à um centro de atenção ao viajante e vacinação com no mínimo 30 dias de antecedência. Lembre-se de trazer quais medicações específicas.

Seguro de Viagem

É da responsabilidade do viajante qualquer tipo de seguro que seja eventualmente necessário.
O barco possui seguro compulsório, como exigido por lei, que cobre possíveis acidentes exclusivamente durante a navegação do barco. As atividade fora do barco não estão cobertas por este seguro.
Com exceção de atividades como a escalada em árvore e o vôo em hidroavião, onde o seguro é responsabilidade da empresa prestadora do serviço.

+ Todas as refeições
+ Água e café
+ Acomodação em cabinas com beliche, cama de casal e cabina com banheiro
+ Lençóis e toalhas
+ Excurções como descritas nos itinerários
+ Guia naturalista bilíngue
+ Uso de caiaques

Atividades opcionais durante as viagens:
*Acampamento noturno na selva - € 50 / pessoa
*Caiaque com motor elétrico - €35 / pessoa
*Caminhada noturna na selva - €20 / pessoa
*Nadar com os botos - €17 / pessoa
*Vôo panorâmico - consultar preço
*Escalada em árvore - consultar com antecedência

- Traslados 
- Passagens aéreas  
- Taxas de Aeroporto 
- Custos de urgência médica
- Gratuidades
- Souvenirs ou serviços adicionais 
- Seguros (viagem, acidentes, emergências médicas, evacuações, etc.)
- Custos de passaporte
- Tudo que não está listado como incluso

Vamos conversar!

Seja para fazer a reserva ou para saber mais, escreva-nos.


Procurando mais aventura?
Escolha uma expedição.

Rios Amazonas e Negro

Rios Amazonas e Negro
3 dias

Partidas todas as segundas-feiras, visitando locais de destaque próximo à Manaus e pelo Rio Negro.

Ilhas Anavilhanas

Ilhas Anavilhanas
3 dias

Saindo às quartas-feiras, para aqueles com pouco tempo, este cruzeiro faz uma viagem mais adentro da Amazônia.

Rios Amazonas e Negro + Anavilhanas

Rios Amazonas e Negro + Anavilhanas
5 dias

Cruzeiro mais extenso, com visita ao Parque Nacional de Anavilhanas, passando pelos destaques dos Rios Amazonas e Negro

Expedição à Cachoeira Dourada

Cachoeira Dourada
5 dias

Novo roteiro em formato de expedição, adentrando Anavilhanas para conhecer uma linda cachoeira na selva.

Cavernas de Madadá

Cavernas de Madadá
5 dias

Novo roteiro em formato de expedição, passando por Anavilhanas e visitando as misteriosas Cavernas de Madadá.

Expedição ao Coração da Amazônia

Viagem ao Coração da Amazônia
7 dias

Expedição visitando muitos locais desde o Rio Negro, passando por Anavilhanas e chegando ao Parque Nacional do Jaú.

Passeios de 1 dia

Passeios de 1 dia

Venha ver a beleza do Encontro das Águas, conhecer os índios e seus rituais e nadar com os golfinhos, tudo em um só dia!

Atividades Opcionais

Atividades Opcionais

Se você quiser adicionar mais aventura à sua viagem, veja algumas opções que temos para tornar a sua expedição ainda mais inesquecível.

E-mail: info@lopeix.com
© Copyright 2005-2019 Lo Peix Ecoturismo Fluvial